Ainda magoada, Luisa Marilac repudia vaias a Nego Do Borel

A digital influencer Luisa Marilac confessou ainda estar magoada com Nego do Borel, entranto revela que ficou triste ao ver o funkeiro levando uma vaiado no show de Anitta, no último domingo(20/01). Depois do episódio, a assessora está tentando entrar em contato com o cantor para que ele prove ações de conscientização voltada para o público LGBTI.

“Eu sou uma pessoa de bem. Que chora assistindo filme. Quando vi o vídeo dele sendo vaiado, eu não gostei. Imagina um artista subir no palco e ser humilhado, eu não desejo a ninguém. Ele precisava de um puxão de orelha e isso já foi dado”, diz Luisa, que ficou famosa na internet pelo vídeo “bons drinques”, que viralizou em 2010.

Após ficar triste assistindo ao vídeo de Nego do Borel sendo vaiado, Luisa e sua assessora estão tentando entrar em contato com a equipe do funkeiro. A ideia é que o cantor conscientize seu público sobre o respeito à população LGBTI.

“Não voltei a seguir o Nego, sempre fui fã dele, mas ainda estou magoada e isso só passa com o tempo. Minha equipe está tentando falar com a dele com a ideia que ele se predisponha a passar uma mensagem de tolerância para o público. Porque é isso que queremos, ser respeitados”, conta Marilac que vem recebendo o apoio da irmã e amigos para se recuperar após a exposição.

Apesar da polêmica, Luisa conseguiu ver um ponto positivo após o comentário de Nego do Borel a chamando de “homem”:

“Vi muito hétero e família brigando por mim, foi muito bacana ver esse público me abraçando. Além disso, mais mulheres começaram a me seguir. Geralmente, as mulheres me atacavam mais, e isso me deixava muito triste porque elas sempre foram a minha inspiração”.

Entenda o caso

A polêmica começou na semana passada, quando a transxesual Luisa Marilac, famosa na internet pelos vídeos bem humorados e pelo bordão “Se isso é estar na pior…”, deixou um elogio numa foto postada por Nego do Borel no Instagram em que ele aparece sem camisa. O cantor respondeu a mensagem chamando-a de “homem”.

“Cada dia que passa você é mais gato, homem”, elogiou Marilac. “Você é um homem gato também. Parabéns, deve estar cheio de gatas”, respondeu Nego.

Luisa, então, resolveu fazer um post em seu Instagram reproduzindo o comentário do cantor e dizendo ter ficado chateada com ele. “Estou perplexa. Fiquei sem chão.. Sigo o cara há tanto tempo… Gosto do trabalho dele. Olha que ele fala pra mim. Vivendo e aprendendo, é assim que a gente conhece as pessoas”, escreveu ela na legenda, acusando o cantor de transfobia (ataques a travestis, transexuais e transgêneros).

O comentário de Nego do Borel ganhou repercussão, e vários internautas criticaram a atitude do cantor, acusando-o de transfobia (ataques a travestis, transexuais e transgêneros). Até as transexuais famosas, a modelo Lea T e a ex-BBB Ariadna, fizeram posts de repúdio à atitude do funkeiro.

Em meio a polêmica, Nego gravou um vídeo se desculpando com Marilac e afirmando que estava brincando. “Luisa, eu quero te pedir desculpas do fundo do meu coração pelo o meu comentário. Realmente eu errei, me perdoa. É um jeito meu que eu estou tentando mudar aos poucos, a gente vai mudando, lapidando aos poucos”, disse ele, num vídeo publicado em seu Instagram .

“Quero te pedir desculpas pelo acontecido e a toda a galera que ficou chateada comigo. Minha intenção jamais foi machucar, diminuir, pisar. Não sou essas pessoas que ficam esculachando os outros, diminuindo…”, continuou ele.

No vídeo, Nego diz que costuma brincar com as pessoas da sua comunidade e que muitas das vezes não é compreendido:

“Venho de uma comunidade que lá a gente brinca com as pessoas, e muitas das vezes as pessoas não entendem a nossa brincadeira. A nossa brincadeira é um pouquinho grossa, e a gente acaba machucando as pessoas sem querer. Às vezes eu machuco as pessoas sem querer. E eu perco total a noção, chego brinco, zoo, e não tenho noção do que pode. Mas não é do meu coração, não sou homófóbico, transfóbico, não é isso”.

Luisa Marilac ficou famosa depois que um vídeo dela curtindo férias na Espanha viralizou no Youtube em 2011. Nele, a travesti aparece na piscina, tomando uns “bons drinques” e dizendo, em tom de deboche: “E ainda teve boatos de que eu tava (sic) na pior, se isso é tá na pior o que é estar bem, né?”.

No último domingo, uma semana após a polêmica, Nego do Borel foi vaiado durante uma participação no show de Anitta, no Rio. Assim que o funkeiro subiu ao palco, o público se manifestou gritando “fora!”.

Ao perceber a reação do público, Anitta tentou defender Nego do Borel ainda em cima do palco: “De onde Nego veio, não é só o Nego, não. É muita gente. Não significa que eu concorde com coisas que ele pense ou que faça, mas significa que eu o amo independente disso e que eu estou aqui para ensinar a eles as coisas”.

Durante a defesa de Anitta, Nego falou poucas palavras. Em alguns momentos, o cantor repetia: “Humildade. Humildade”.

Anitta, então, continuou: “As pessoas aprendem com os erros, ele aprende com os dele, com certeza ele está aprendendo agora”. No dia seguinte, ela fez um novo desabafo falando dos conselhos que costuma dar para o amigo.

Após ser vaiado, Nego do Borel usou o Instagram Stories para pedir novamente desculpas por ter chamado a transsexual Luisa Marilac de “homem”.

“Estou aqui mais uma vez para me desculpar pelo comentário que fiz para a Luisa. Eu brinquei com uma coisa muito séria, eu não sabia o quanto era importante. Hoje eu sei, hoje estou aprendendo, já vivi muito preconceito, sabe? Está doendo muito dentro de mim abrir meus comentários e ver as pessoas falando que sou transfóbico, homofóbico, um lixo que devia voltar para o buraco da onde eu vim”, disse ele, em vídeos publicados na última segunda-feira.

Nego disse ainda que a repercussão do caso está ensinando muitas pessoas:

“Eu realmente errei muito. Eu não sabia o quanto isso era importante, não tinha entendimento, então, fiz um comentário achando que seria engraçado, seria legal e está acontecendo o que está acontecendo.

Cada dia eu olho mais a internet e procuro… Eu entendo como o quanto é importante a área LGBT, a galera LGBT, a história deles, muitas pessoas já morreram por isso, muitas pessoas podem morrer por isso, é muito sério. Me perdoa, estou pedindo desculpas, sou um ser humano. Eu acho que todo ser humano erra e merece perdão.

Às vezes minha mãe está vendo televisão e ela vê que estão me vaiando, me chamando de transfóbico, homofóbico e não é isso que eu quero, não é isso que eu sou, mas eu entendo a galera que está chateada porque é muito sério o que está acontecendo. Quero agradecer a vocês também por me ensinarem, vocês estão sendo meus professores, estou aprendendo muito.

Muitas pessoas estão vendo essa repercussão e estão aprendendo também porque é muito sério e nós estamos criando um respeito que tinha, mas não tinha”, desabafou o cantor no Instagram.

Em meio a polêmica, as cantoras Luisa Sonza e Ludmilla decidiram não participar da gravação do DVD de Nego do Borel, que acontecerá na próxima terça-feira, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Durante o desabafo, ele disse que entendi a posição das cantoras e pediu uma oportunidade para mostrar que não é homofóbico ou transfóbico. Nego, inclusive, já tinha sido assunto quando divulgou no ano passado o clipe “Me solta”, em que aparece beijando um homem na boca.

Fonte: Extra

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios