Bomba em ônibus escolar mata 29 crianças

29 crianças morreram e outras 30 ficaram feridas nesta quinta-feira (09) em um bombardeio da coalizão liderada pela Arábia Saudita ao norte do Iêmen. A informação é do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, que atua na área.  As bombas explodiram no momento em que o ônibus em que elas estavam passava pelo local, na província de Saada.

O país africano está destruído por conta de uma guerra civil entre forças apoiadas por Estados Unidos e Arábia Saudita (coalizão que governa o país) e os rebeldes Houthis, que buscam o poder e já controlam algumas regiões do país. O ministério da saúde dirigido pelo movimento rebelde Houthi afirma que 43 pessoas morreram e 61 ficaram feridas.

A coalizão, que está apoiando o governo do Iêmen em uma guerra contra os rebeldes Houthis, disse que suas ações são “legítimas” e afirma que nunca atacou civis de forma deliberada, mas grupos de defesa dos direitos humanos atribuem-lhe bombardeios propositais a mercados, escolas, hospitais e áreas residenciais.

Uma equipe da organização de defesa dos direitos da criança Save the Children que atua na área afirma que as crianças voltavam para a escola depois de um piquenique, quando o motorista do ônibus parou para comprar algo para beber. O veículo estava parado no momento da explosão.

A situação no Iêmen é desumana. Cerca de 10 mil pessoas morreram durante os anos de conflitos, o equivalente a dois terços dos civis. Outras 55 mil pessoas ficaram feridas no conflito, segundo a ONU. A guerra e o bloqueio parcial imposto pela coalizão deixaram 22 milhões de pessoas necessitadas de ajuda humanitária, criando a maior crise alimentar dos últimos anos. Também houve um surto de cólera, que afetou pelo menos um milhão de pessoas.

Fonte: BBC

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios