Internautas criticam fim sem glamour do Vídeo Show

Vários twitters criticam o fim totalmente sem glamour do Vídeo Show. A edição nem citou que o Programa estava acabando. Internautas criticaram o último episódio do programa, que chega ao fim após 35 anos no ar.

Apesar de ter sido o último episódio, a atração apresentada por Joaquim Lopes e Sophia Abrahão foi duramente criticada pelos internautas, que esperavam mais da edição final.

Nas redes sociais, as reclamações se concentravam no quanto o programa estava com o “ar” de uma edição como outra qualquer. “O último programa mostrou exatamente o porquê de seu cancelamento”, disse um internauta.

O vídeo show perdeu a importância, pq era um programa q promovia mostrava  bastidores de novelas,hoje em dia  c/tantas opções de entretenimento: Netflix, YouTube etc, tem baixa audiência às novelas em geral, soma-se isso Record e globo n disponibilizar sua programação de graça.

Parece que o programa morreu  exatamente como vinha acontecendo sem significância alguma. Foi um desrespeito a estória do programa e tb a nós público a forma como conduziram o último programa.

Além disso, os fãs da edição aproveitaram também para listar os motivos que teriam levado ao fim um dos programas mais antigos da Globo: as constantes trocas de apresentadores da bancada; a falta de direção do programa; o desinteresse dos produtores com os conteúdos; e até o fim do game show “Vídeo Game”, apresentado por Angélica como uma extensão do programa.

METALINGUAGEM

O programa Vídeo Show marcou época na TV brasileira por ter sido um exemplo prático de metalinguagem, uma vez que era um programa de TV falando da TV. Quando estreou, na décade de 1980, era semanal, mas em 1994 ganhou espaço fixo na grade da emissora indo ao ar todas as tardes.

Quadros como o “Falha Nossa” e o “Em Estúdio”, onde o primeiro mostrava os erros de gravações e o segundo o que os cantores estavam gravando para os Lps e depois CDs marcaram época.

Na concepção original, o Vídeo Show foi pensado ainda na gestão do diretor José Bonifácio de Oliveira, o Boni, com a motivação de repercurtir o que era produzido na casa.

Contudo, a concorrência e as mudanças significativas de apresentadores acabou fazendo a atração perder audiência. O Vídeo Show chegou a ter auditório, mas nos últimos anos acabou se reduzindo ao chamado “puxadinho”, pedaço de cenário alvo de brincadeiras que Otaviano Costa e Mônica Iozzi faziam questão de lembrar, indicando ser uma crítica ao descaso que a direção da emissora aparentemente conduzia.

A interação com o público, nos últimos tempos existia e no final do ano passado, uma mensagem enviada por um internauta, com críticas indiretas à família do presidente Jair Bolsonaro chamou a atenção do público. Nela, um participante descrevia uma simpatia que misturava açaí, laranja, o número 17 e os depósitos do ex-assessor Fabrício Queiroz.

Fonte: DOL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios