Copiloto morre em queda de monomotor no Benguí

Nova queda de aeronave voltou a causar impacto, principalmente por registrar morte. Desta feita, o palco da tragédia foi o bairro do Benguí, na capital paraense. Poucos minutos do meio dia, o monomotor de prefixo PT-JIC, modelo Cessna Aircraft 210L, com capacidade para até cinco pessoas, caiu em cima de uma guarita localizada na Rua Ferreira Filho, próximo a um residencial, ao lado da delegacia de polícia do Benguí. De

monomotor
Copiloto Lucas Ernesto Santos, uma das vítimas da queda do avião monomotor — Foto: Reprodução / Facebook

acordo com informações de homens do Corpo de Bombeiros Municipais, o saldo do inusitado acidente foi três vítimas, uma delas fatal. O copiloto, Lucas Ernesto Santos, 24, morreu na hora. O piloto Bruno Alencar Wachekoswski, 25, sofreu traumatismo craniano, enquanto que o vigilante (cuja identidade não foi revelada) que estava na guarita sofreu apenas escoriações. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Inspeção Anual de Manutenção e o Certificado de Aeronavegabilidade da aeronave estavam em dia. Comentários de bastidores davam conta que a causa da queda do monomotor tenha sido “pane seca”, falta de combustível. O delegado Augusto Damasceno, da Polícia Civil, está à frente das investigações deste fato.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios