Servidor temporário pede doações de alimentos para os índios Warao

Thyago Rezende conta a ajuda da população para amenizar o sofrimentos dos venezuelanos espalhados na capital

Thyago Rezende, 39, revela: “Todo mês faço essa arrecadação. Não há uma meta a ser arrecadada, porque a necessidade é constante. E, quando acaba, eu peço de novo”. Ele atua sozinho na organização e arrecadação de alimentos e materiais para os indígenas da etnia Warao, em Belém. Thyago é servidor temporário do Estado e começou a fazer arrecadações desde a chegada dos indígenas venezuelanos a capital paraense, em agosto de 2017.

“Não tem um grupo, faço sozinho”, afirma. “Mais um ano que começa e a situação dos nossos irmãos venezuelanos – homens, mulheres e muitas crianças – continua crítica”. Eles estão vivendo na miséria total, em lugares completamente insalubres, com a saúde prejudicada e sem perspectiva de melhora.

“As doações são destinadas, principalmente, aos indígenas que estão alojados no bairro da Campina. “As três casas, localizadas na Rua Riachuelo e nas travessas Campos Sales e Frutuoso Guimarães, abrigam, hoje (13), cerca de 160 pessoas”, informou Thyago. “Quando os outros abrigos (localizados na Travessa do Chaco, este mantido pelo Governo do Estado, e na Avenida Perimetral, pela Prefeitura de Belém) precisam de materiais, é claro que eu atendo. Mas o meu foco são os abrigados na Campina”, destacou.

CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO

A campanha começou na sexta-feira (11). “Estou esperando respostas. Eu só uso WhatsApp, porque não tenho rede social. Eu repasso para as pessoas que conheço e saio pedindo. E, até hoje, tem dado certo”, completou.

Entre homens, mulheres e, principalmente, crianças, os venezuelanos estão abrigados em pelo menos cinco espaços na cidadeEntre homens, mulheres e, principalmente, crianças, os venezuelanos estão abrigados em pelo menos cinco espaços na cidade.

“Também pedimos a doação de redes e mosquiteiros, usados ou novos, pois temos muitas pessoas dormindo no chão e nesse período de chuvas aumenta a quantidade de carapanãs. Quem não puder ajudar com doações, pode ajudar repassando a mensagem”, destaca Thyago. Quem quiser ajudar, pode entrar em contato com Thyago Rezende pelo celular (91) 98422-2207 ou enviar mensagem via WhatsApp.

LISTA DE ALIMENTOS E PRODUTOS:

Alimentação:

Açúcar

Arroz

Biscoito

Coloral

Frango

Goma de tapioca

Leite

Macarrão

Óleo

Ovos

Peixe

Sal

Trigo com fermento

Higiene pessoal:

Desodorante

Escova de dente

Papel higiênico

Pasta de dente

Sabonete

Shampoo

Material de limpeza:

Água sanitária

Balde

Desinfetante

Sabão em barra

Sabão em pó

Saco de lixo (100 e 200 litros)

Vassoura

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios