Servidores do poder judiciário paralisam ações até 2ª ordem

Iniciou, na manhã desta terça-feira (20/08), uma greve por tempo indeterminado por parte dos servidores do poder judiciário. Reunidos em frente à sede da Assembléia Legislativa do Pará (Alepa), em Belém, os grevistas reclamam da falta de reposição inflacionária das datas-bases de 2016 e 2019, sendo este o principal motivo da paralisação.

“Decidimos manter somente as questões essenciais, que são referentes à vida, segurança e saúde, que têm caráter de urgência. O que não se enquadrar não será atendido, como o caso do atendimento a advogados de outras matérias, levantamento de alvarás, realização de audiências que não são de urgência, cumprimento de decisões ou despachos de processos que também não sejam urgentes”, enfatizou o presidente da entidade, Thiago Lacerda.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios