Transferidos para presídios federais detentos envolvidos na chacina de Altamira

Oito detentos foram transferidos para presídios federais, na última quarta-feira (02/10), por estarem envolvidos nas mortes de 62 internos custodiados no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRALT), sudeste paraense. Com isso houve aumento para mais de 50 detentos transferidos para outros Estados. O transporte dos apenas os é fruto da operação “Tríade”, responsável pela transferência.

Os oito internos, que respondem pelos crimes de homicídio e organização criminosa, estavam custodiados no Centro de Triagem Metropolitano IV (CTM IV), localizado no complexo penitenciário de Santa Izabel. Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), eles foram levados até o Instituto Médico Legal, vinculado ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, para realizar o exame de corpo de delito. Em seguida, conduzidos para a Base Aérea de Belém para serem transportados em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) até os presídios federais.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXE SEU COMENTÁRIO