Visita de Juan Guaidó ao Brasil reforça laços entre países sul americanos

O auto proclamado presidente da venezuela, Juan Guaidó, chegou na madrugada do último dia (28) de fevereiro à Brasília. Em seguida, se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro e com embaixadores europeus para tratar de assuntos relacionados à crise econômica em seu país, a transição para um novo governo e a convocação de novas eleições.

O presidente Bolsonaro disse: “Conte conosco, Deus é brasileiro e Venezuelano.”

O presidente Bolsonaro foi criticado por militares por ter recepcionado Juan Guaidó com tratamento semelhante ao dado a chefes de Estado. Também surgiram protestos de manifestantes e até uma sátira filmada pelo ator José de Abreu, ironizando à Guaidó, em que ele se auto proclama presidente do Brasil.

Juan Guaidó é reconhecido como presidente pelo Brasil, Estados Unidos, boa parte da Europa, América Latina e pela OEA. Mas na Venezuela o presidente Nicolás Maduro ainda tem o apoio das forças armadas e mais catorze nações entre elas a China e a Rússia. Maduro considera que Guaidó quer promover um golpe de estado com o apoio dos Estados Unidos. Guaidó era presidente da Assémbleia Nacional da Venezuela, a última estatal a fazer oposição ao governo do presidente Maduro, ele chegou à presidência por meio de um sistema chamado Cabildo Abierto, no qual de acordo com a Constituição e pela vontade popular ele pode assumir a presidência. depois de cumprir uma intensa agenda no Brasil, o presidente Guaidó seguiu viagem para o Paraguai, onde se encontrou com o presidente Mario Benitez, que também não reconhece o governo de Maduro na Venezuela.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios